♥ Seguidores♥

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Hachiko - Estação de Shibuya

Desde que assistimos o filme do Hachiko (a versão Japonesa), que queríamos ir na famosa estação de Shibuya ver onde se desenrolou toda a linda história de um dos cães mais fiéis e amigo que o homem poderia desejar.
Chegada na estação.
Parede com vários Hachikos.
A História: Um professor universitário encontra um filhote de cachorro da raça Akita Americano ou Akita Inu abandonado na estação de trem e o leva para sua casa.Eles formam uma amizade muito forte. Todos os dias o cachorro Hachiko acompanha o seu dono até à estação de trem, que o leva até à universidade, e o cachorro volta para a estação na hora exata em que o professor volta para casa. Um dia, o professor, repentinamente, morre durante a aula. O cachorro continua indo à estação de trem todos os dias à procura de seu dono, por 9 anos. Durante a espera pelo dono, que nunca mais voltará, Hachiko toca o coração de todos que passam por perto por ficar sempre no mesmo lugar esperando seu dono com a sua paixão,fidelidade e amizade a seu dono.
Fonte:Wikipédia

21 comentários:

Cris_Yumi disse...

Oie flor!!
Nossa, chorei horrores vendo esse filme!
Queria tanto ter conhecido esse lugar especial...
Amei as fotinhas!!!

Bjos!!

Betty Gaeta disse...

Oi Andreia,
Eu chorei tanto neste filme que não gosto nem de lembrar. Depois fui saber a história real e chorei ainda mais.
Bjkas e uma ótima semana para vc.

Neanderthal disse...

Nossa, todo mundo comentou esse filme quando saiu no cinema. Não sabia que era a adaptação de uma história japonesa...
Baixei aqui. Quero ver se emociona como todo mundo diz.
Beijão. =)

Denise disse...

A história de Hachiko sempre nos emociona, uma pena que não pude visitá-lo da última vez...
Mas certamente será um dos destinos da próxima viagem que estou combinando com o Carlos para o Nihon!
Adorei as fotos!
Bjs

Kiyomi, a.k.a. Piggy disse...

Andreia, não tem como não associar Shibuya e Hachiko. Até hoje o pessoal fala "me encontra em Shibuya, no Hachiko". E até hoje lembro das duas gafes que cometi:
1) Não sabia onde ficava o Hachiko na primeira vez que fui encontrar com um amigo em Shibuya;
2) Caí na pegadinha do Primeiro de Abril do Japan Times dizendo que o Hachiko foi roubado na madrugada para virar peças para fazerem as estruturas do "Ninho" das Olimpiadas de Pequim...
Gostei das fotos!
Beijao!!!

PS.* Obrigada pela lembrança do meu 40゚. ano de vida... ^^

Bia disse...

Oi Andreia.. nunca ouvi falar desse filme, mas que história triste demais. Morro de pena quando qualquer animal sofre em filmes e/ou livros!

bjs

Felipe Nasca disse...

Quando eu conhseguir conhecer o Japão, tenho que tirar uma foto aí!

lolipop disse...

Sabe que eu sempre amei a história, já estive no local algumas vezes, mas ainda não vi o filme...snif! Aqui em Portugal não passou...se quiser ver tenho que mandar vir.
beijossss

Georgia disse...

Oi!
Sabia da estátua, mas não sabia que tinha essa parede, maneiro né?
Bjus e boa semana!!

Mah Sakura disse...

Nossa q maravilha vc estar em um lugar tão privilegiado, onde esteve o HACHI :)
Vi o filme e chorei tanto.
Lindas fotos.
bjuss

S. disse...

Tenho mesmo de ver esse filme...

Beijinhos grandes

JellyBen disse...

Eu chorei com esse filme hehe.
Tenho fotinhos de la tbm hehe. Acho q tdo mundo q passa por la tira umas fotinhos ne?!!!
Vc fica tao Kawaii com looks assim, combina cm vc sabia?!!
Bjss

Tabeteimasu disse...

Também assisti o filme e gostei bastante (a versão japonesa). Já a versão americana não gostei muito...

Pena que não tive tempo de conhecer a estátua no Japão...mas da próxima não escapa!

Bjo,
Carlos

Mônica disse...

Nunca ouvi falar nesse filme. Deve ser bem emocionante mesmo pq esses bichinhos sentem muito a falta dos donos e é triste ver como eles ficam.

Beijos

Kaw disse...

oi adorei seu blog poderia visitar o meu ?

www.coisa.demenina.zip.net

Elisa no blog disse...

Que coincidência, fiz um post na semana passada sobre o Hachiko, mas a sua explicação está melhor e mais detalhada.
Gostou do passeio?
beijos,
Elisa

JellyBen disse...

Qrida depois q comentei aki eu fui assistir ao filme de novo. tenho ele salvo em um HD externo e gosto de rever os filmes q me marcaram. Afff!! Chorei muito de novo.
Acordei com os olhos inchados kkkk.
Da saudade do meu dog q eu tinha no BR.
Ele so comia se eu desse a racao na boca e qdo estava na aula ele fica todo tristonho e nao latia e nem se movia da casinha.O meu bird e um fofo aki e qr atencao o tempo todo.Mas o dog e o melhor amigo em relacao a animais ne.

Eu qro um vestidinho daqle tipo tbm.
Fica bom p vc tbm, o bomq vc tem pernaos. Bjss

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Eu tenho saudades de Shibuya..eu trabalhava perto, sabe...

Essa história é tão linda. Amor puro que só os caes tem.

Adoro esse blog... passeio sempre com vcs nas fotos.

beeeeeeeejao pra vc Andréia

Bah disse...

Ahhhh saudades do cruzamento mais famoso do mundo rs...

Kisu!

Vanessa disse...

Deia....

Vc veio pra esses lados!!!

La em bem bacana.....movimentado mas tem algo diferente...pela historia em si!

Eu assisti o filme numa versao bem antiga, e minha avo contava a historia!
De tanto passarem as maos nele, ja esta com botinhas! rs

Sobre os precos dos produtos da MAC, eu ja fiz outros posts sobre aquela colecao dos viloes e tem os valores em dolar, ai e so fazer a conversao aproximada! Nao coloquei neste post pra nao ficar repetitivo!

Bjs

juliana disse...

Chorei muito vendo esse filme,é uma história de lealdade que realmente só um cão pode ter,eu amo cães por isso cuido deles ,só q eu já peguei na rua agora eu tenho três,e as amo muito,mas eu já cheguei a ter quinze comigo ,e eu tive uma vira-lata ,q era minha amiga fiel ,chamada Laika,ela adoeceu e morreu com onze anos,mas até o último momento eu estive ao lado dela ,e ela não parava de olhar dentro dos meus olhos,até hoje eu não a esqueço,dez anos após a sua morte.